Angélica fala sobre situação que sofreu aos 15 anos em Paris

Com uma carreira artística construída desde cedo, Angélica desabafou sobre um período de desconforto que sofreu ao anunciar a música vou de táxi, em Paris, aos 15 anos. A apresentadora relata que tudo aconteceu em apenas uma sessão de fotos. Informações retiradas da revista Marie Clarie.

“Estava andando na rua e o fotógrafo disse que eu era uma cantora brasileira, um grupo de meninos, jovens, veio tirar fotos comigo e eles se aproximaram de mim, se aproximaram e ficaram se esfregando em mim. Lembro que estava tirando a foto e não reagi. Um deles me levou à mão e fiquei atrás de um táxi, ninguém viu, e ficou paralisada”, relatou ela.

Angélica disse que demorou um pouco para perceber a gravidade do que aconteceu. “Tenho 15 anos e estou lidando com um assunto que não se fala, mas eu estava lá sendo estuprada por dois ou três meninos. Ninguém viu, eu não fiz nada. Eu nunca disse isso, digo agora.

angelica
https://pt.wikipedia.org/wiki/Ang%C3%A9lica_(apresentadora)

Eu não sabia que era violência. Só fiquei sabendo depois”, disse. A reportagem aconteceu durante entrevista de Angélica com Luciana Temer, diretora do Instituto Liberta. Durante a conversa, as duas comentaram sobre a necessidade de aumentar a conscientização sobre o tema e também pede mais pessoas a se abrirem, “A cura começa com a linguagem.

Devemos conversar para descobrir que não estamos sozinhos. Até quebrarmos o silêncio, essa realidade permanecerá”, disse Luciana Temer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.